Leitura Obrigatória (Refatoração / Refactoring)

Quem me conhece sabe que adoro livros. Compro eles aos montes e quase sempre tenho uma fila interminável de leitura que nunca diminui.

Gosto de livros porque encontrei neles a melhor forma de aprender as coisas. Nunca gostei de salas de aulas e treinamentos mas sempre fui muito curioso e graças ao meu pai, que sempre lia muito, descobri que, no meu caso, a melhor forma de aprender algo novo é através dos livros.

Tendo lido vários livros eu consegui montar uma lista de livros que todos os desenvolvedores de software deveriam ler ou ao menos ter em suas prateleiras para uma rápida consulta. Sei que o Google é uma excelente ferramenta de ajuda, mas em certas situações o bom e velho livrinho repousado ao lado do teclado nos inspira para o trabalho como se fosse alguém lhe dizendo o que deve ser feito.

Como a lista é razoavelmente grande e pode crescer ainda mais vou adotar a tática de postar um de cada vez (talvez dois, quando tiver mais inspirado) aqui no blog. Assim que um novo post surgir eu irei fazer uma cópia do conteúdo dele para na página de resenhas que ficará permanentemente nos links da barra lateral.

A lista que será apresentada não é definitiva e é formada por livros que eu li e por alguns que eu ainda não li mas sei que são indispensáveis. Também tenho livros que não servem para serem lidos de ponta-a-ponta, mas simplesmente para uma rápida referência.

Refatoração (Refactoring) – Martin Fowler

Refatoração (Refactoring)Esse livro é fundamental para aqueles programadores que começaram há pouco tempo a trabalhar mas que já possuem alguns sistemas desenvolvidos. Refatorar um sistema é o nome que o autor dá à prática de aprimorar e/ou mudar o código da aplicação sem que o comportamento visível dela se altere. O funcionamento da refatoração é assegurado pela construção de testes para o sistema que será refatorado. Esses testes servem justamente para garantir que o funcionamento do sistema não será modificado pela refatoração.

O capítulo que fala sobre ‘bad smells‘ já vale a compra do livro. É um dos melhores apanhados de problemas encontrados em código fontes existentes. Depois de falar sobre os ‘bad smells‘ do código um amplo catálogo de táticas e técnicas para refatorar o sistema é fornecido.

Este livro pode ser usado para a leitura de ponta-a-ponta e deve ser guardado para referências futuras. A tradução para o português foi feita pela editora Bookman e é muito caprichosa (como quase todas as traduções da editora).

Para comprar: Refactoring e Refatoração