Um dia ruim

Comecei o dia com problema de vazamento nos dois banheiros da minha casa, a fiação de um dos chuveiros totalmente derretida por causa de um curto-circuito que aconteceu enquanto eu tomava banho na noite de ontem.

Também precisava resolver uns problemas relacionados à minha conta de luz. Mudei de apartamento recentemente e precisava trocar a titularidade da conta do apartamento novo e do antigo.

Como essas tarefas chatas sempre envolvem burocracia e procedimentos desnecessários resolvi ligar para a Celpe (companhia elétrica aqui de Pernambuco) para perguntar o que era necessário levar até o posto de atendimento deles para proceder com a tal troca. A moça que me atendeu disse: CPF e contrato de locação do imóvel.

Maravilha! Fácil. E lá fui eu…

Ao chegar lá pego a senha 36 e sou informado que pra fazer tal troca eu precisaria da fotocópia do meu CPF e do contrato de locação. O problema: ninguém havia me falado nada sobre fotocópia. Então lá vai eu fazer fotocópia dos documentos ao lado do posto de atendimento da Celpe.

Chegando lá tive a impressão de que toda a humanidade resolveu fazer fotocópias naquele lugar. Como não conhecia outro lugar fui ali mesmo. Separei os documentos pra fazer as cópias e o dinheiro para pagar… peraí? cadê o dinheiro? droga! droga! ACHEI! R$1! ufa…

– Moça? Quanto é a Xerox?
– R$0,10
– Massa… deve dar… deixa eu conferir… 1, 2, 3, … 8, 9, 10! yeah!… ops… tem o verso… 11 e 12… R$0,10 vezes 12… R$1,20
– Moço… o senhor precisa pagar esses R$0,20…
– Bom, nesse caso, onde encontro um caixa eletrônico do banco Bla ou Ble?
– Ali naquele supermercado ali…

Então eu fui lá e vi que tinha uma parte do supermercado cheia de caixas eletrônicos… tinha caixa do Banco Foo, Bar, Baz, Qux, Bli, Blo, Blu… “ué? cadê o do Bla ou do Ble?”. Tinha uns 5 caixas eletrônicos no supermercado mas obviamente nenhum deles era do meu banco.

Tive então que andar mais uns 5 quarteirões até chegar numa agência do banco Bla e sacar dinheiro pra pagar o Xerox (obviamente não saquei só R$0,20 :)).

Voltei, paguei o Xerox, e depois, ao chegar ao posto de atendimento da Celpe, escutei: “Senha 39!”. Droga! perdi a minha vez. Não aceitaram a choradeira e as reclamações e tive que ficar com o já conhecido “Sinto muito mas não poderemos estar te ajudando.” e a senha 42.

Depois de alguns intermináveis minutos finalmente consegui fazer tudo o que precisava e cheguei no trabalho na hora do almoço.

Saí direto pro almoço com a turma do trabalho e fomos num restaurante italiano no shopping. Sentamos na mesa e o garçom entregou o cardápio para todos os meus amigos menos pra mim 🙂

Tirando esse probleminha com o cardápio tudo transcorreu tranquilamente no meu almoço até voltar para o trabalho e ver uma movimentação grande de pessoas, viaturas da polícia e bombeiros na frente do prédio. Perguntei o que estava acontecendo e disseram que era alguém querendo se pular lá de cima. Ninguém falou nada de pára-quedas.

Olhei pra cima preparando o grito de “Pula! Pula! Pula!” para ver quem era essa pessoal que provavelmente teve um dia pior do que o meu… mas nada. Ou já tinha pulado ou já tinha desistido.

Uma tarde improdutiva no trabalho onde desafoguei a leitura de e-mails e feeds. No meu agregador tinha um daqueles testes de personalidade para descobrir qual a linguagem de programação mais se parece com você.

Eu não gosto de fazer esses testes mas resolvi dar uma chance à esse. O resultado?


You are Perl. People have a hard time understanding you, but you are always able to help them with almost all of their problems.
Which Programming Language are You?

Bombeiros! Polícia! Voltem aqui que eu vou pular!

Atualização: O vazamento dos sanitários continua e agora um deles resolveu entupir.

Publicado por

Osvaldo Santana

Desenvolvedor Python e Django, Empreendedor, dono de uma motocicleta esportiva, hobbysta de eletrônica, fã de automobilismo e corinthiano