Versão Pública do projeto aprovado no PRIME/FINEP

UPDATE: Agora você pode baixar os arquivos aqui:

Pessoal,

Para cumprir a promessa que fiz a mim mesmo, caso o meu projeto tivesse sido aprovado no programa PRIME da FINEP, estou publicando uma versão editada da proposta detalhada enviada. Fiz essa promessa porque acho que ela seria muito útil para quem pretende elaborar projetos para a FINEP e porque senti falta de referências sobre como fazer isso que eu fiz.

Os arquivos estão publicados no Google Docs.

Essa versão não tem as seguintes informações:

  • Dados documentais – CNPJ, endereço, CPF, RG, …
  • Nomes/cargos/curriculum de todos os sócios – coloquei somente o meu
  • Dados financeiros – essa parte eu não podia publicar mas já adianto que usei o conteúdo do livro Plano de Negócio Passo a Passo do Adonai do José Lacruz para desenvolvê-la. O livro é ótimo: pequeno, simples, direto ao ponto e a parte financeira é bem prática.
  • Prazos – não foram detalhados, mas totalizam 12 meses obrigatórios.

Não é um projeto perfeito e, lendo ele recentemente, percebi várias inconsistências na parte do cronograma de implantação. As dicas que dou para quem for elaborar um projeto:

  • Consistência, consistência, consistência.
  • Foco no aspecto inovador da sua proposta.
  • Atenção à redação. Erros de português podem arruinar todo o teu trabalho.
  • Fundamente o máximo de informações da proposta apontando a origem dos dados.
  • Seja simples, suscinto, direto ao ponto.
  • ‘Tenha dó’ do avaliador. Não embrome.
  • Coloque as principais informações logo no primeiro parágrafo de cada seção.
  • Não enfeite muito. Sequer ‘formate’ o texto. A proposta é enviada via sistemas medonhos da própria FINEP.
  • Envie a proposta para pessoas que possam opinar.
  • Revise antes de enviar.
  • Revise mais uma vez.
  • Observe os pesos de cada critério listados no edital.

Por fim eu quero colocar aqui um pedido: envie e use essas linhas de subvenção econômica da FINEP para realizar projetos que realmente são inovadores e que possam trazer algum tipo de retorno ao nosso país.

Esse dinheiro aí não surgiu do nada. Ele vem do suado dinheiro dos impostos pagos pela população (e sabemos que pagamos bastante imposto) para que você devolva à sociedade um produto/serviço inovador que direta ou indiretamente irá melhorar a vida de todos.

Não queira obter esse dinheiro porque é ‘um dinheiro fácil’. Não queira ser um ‘esperto’ porque desta forma você pode conseguir o dinheiro às custas de um bom projeto que, futuramente, te daria mais retorno.

Publicado por

Osvaldo Santana

Desenvolvedor Python e Django, Empreendedor, dono de uma motocicleta esportiva, hobbysta de eletrônica, fã de automobilismo e corinthiano