Arrogância Pythonica

Não é muito raro ouvir (ver) em alguns sites pessoas dizendo que a comunidade Python é arrogante. Também não é difícil notar que existem talvez umas 3 pessoas que dizem isso. Este post se tornou necessário porque apesar de serem poucos essas pessoas são extremamente ruidosas.

Se o trabalho deles é o de ‘destruir’ a nossa comunidade temos que agir imediatamente para derrubar o mito criado por essas pessoas.

A comunidade Python no Brasil hoje está crescendo num ritmo bom que garante que ela aumente de tamanho sem perder a qualidade, ou seja, estamos crescendo e não inchando.

Para todos os pythonistas brasileiros é importante ter pessoas esforçadas em aprender e a estudar essa ferramenta e não sangue-sugas que simplesmente entram para o time porque é sexy usar uma ‘linguagem alternativa’ ou porque precisam entregar um trabalho para o seu professor e precisam de alguém para fazer o serviço (esse tipo, aliás, não é exclusivo de nossa comunidade).

Algumas das pessoas que propagam que a comunidade Python brasileira é ‘arrogante’ fazem parte dessa imensa minoria que tentara dar uma de espertos para cima da nossa comunidade.

Coisas do tipo “<loser> Ei! faça o meu trabalho de faculdade? <pythonista_arrogante> Não <loser> Nossa! Como vocês são arrogantes!” são menos incomums do que deveriam ser.

Uma outra coisa que também faz com que o clima esquente em nossas listas de discussão é: intolerância. Fico impressionado como as pessoas andam intolerantes. Juntando à essa intolerância a impossibilidade de expressar sentimentos via e-mail e o estrago está feito. Vou ilustrar algo real que aconteceu em nossa lista recentemente em uma discussão que falava sobre a total liberdade dá ao programador e sobre os perigos que isso representava:

—–8
Parece coisa de C o programador sabe o que ta fazendo ele permite fazer qualquer loucura heheh
—–8

Uma opinião pessoal interessante, com um “heheh” no final que demonstra claramente que trata-se de uma brincadeira. A resposta para isso foi:

—–8
Cuidado com este tipo de comentário. Está sugerindo programadores em Python não sabe o que está fazendo?
—–8

A nossa sorte que a pessoa que mandou a primeira mensagem era uma pessoa legal e não resolveu sair da lista e sair por aí falando que todos os pythonistas agem dessa maneira. Não é legal condenar toda uma comunidade por um equívoco cometido por um dos membros. O pythonista que foi descuidado em sua resposta, por exemplo, é um excelente membro da lista e prontamente responde à todos que solicitam ajuda, mas dessa vez, admito, pisou na bola.

Esse problema também ocorre em diversas outras listas de discussão que eu participo e por isso eu digo e repito à todos que estão lendo isso aqui: Sejam tolerantes em discussões, principalmente nas ocorridas através de mensagens escritas onde a carga emocional não pode ser trasmitida de forma satisfatória.

Uma outra dica para os recém-chegados ao meio do Software Livre em geral: ninguém tem obrigação de te ajudar em nada no universo do Software Livre. As pessoas te ajudarão em solidariedade e no interesse de que a comunidade do Software Livre cresça com pessoas esforçadas. Na comunidade do Software Livre não tem bobos e ‘nerds babões’ como dizem por aí, portanto, não tentem dar uma de espertos pra cima da gente que não vai colar. Demonstre que você já tentou solucionar os seus problemas antes de enviar uma dúvida para uma lista.

E o recado mais importante: Antes de mandar uma mensagem para uma lista de discussões (qualquer uma e não apenas a python-brasil) dê uma lida nesta página para que depois você não fique nos chamando de arrogantes.

Publicado por

Osvaldo Santana

Desenvolvedor Python e Django, Empreendedor, dono de uma motocicleta esportiva, hobbysta de eletrônica, fã de automobilismo e corinthiano