PyConBrasil

Sei que demorei pra expor as minhas impressões sobre o primeiro evento ‘pythoniano’ realizado no Brasil. A verdade é que eu ainda estava em êxtase.

Foi muito massa. A 1a. PyConBrasil (que ainda era tratada por alguns como PyConDayBrasil) foi fantástica porque mostrou como o nível dos usuários de Python é uma coisa de fazer inveja à muitas outras comunidades.

Também, o que mais poderia ser esperado de figuras como: Rodrigo Senra, Luciano Ramalho, Sidnei da Silva, Fabiano Weimar (xiru), Gustavo Niemeyer, Jean Ferri, Marco André, Luciano Pacheco, Gustavo Barbieri que já são bastante conhecidos por nós através da lista de discussões e com figuras não tão conhecidas por nós mas que deram verdadeiros shows como no caso do Vinícius (que usa Python para cálculo numérico em seu curso de Eng. de Materiais), o João Calligaris (que mostrou Python+Gimp para uma platéia que aparentemente não conhecia essa possibilidade) , Johan Dahlin (que é um dos maiores hackers do universo Gnome e responsável pela manutenção do PyGTK), o Frederico (que a partir de então é a minha prova viva de que é possível aprender Python rapidamente mesmo não sendo um programador), e o Evandro (que mostrou o trabalho que a Async está fazendo com o Stoq e mostrou um pouco de Python no desenvolvimento de ‘aplicações comerciais’).

Foram 2 dias onde não se via pessoas saindo do auditório porque uma palestra ou outra estava ‘chata’. Teve uma presença razoável de pessoas (não lotou mas quase não se via cadeiras vazias também).

Quase todas as palestras foram ‘interativas’ e as pessoas da platéia trocavam idéias com os palestrantes o tempo todo ressaltando ainda mais a competência dos palestrantes que prontamente respondiam à todas as dúvidas.

E a 2a. PyConBrasil?

Você ainda não está se preparando? 🙂 Eu não quero ouvir desculpas esfarrapadas para não ir à 2a. PyConBrasil. Existe uma chance da 2a. conferência também seja em Campinas mas nada impede que a gente converse e tente mudá-la para outro lugar (de forma a criar uma conferência ‘nômade’).

Para todos que ficaram com água na boca e não puderam estar presentes ao evento o pessoal da Unicamp disponibilizou as palestras em stream de vídeo e no PythonBrasil encontra-se os arquivos com a maioria das palestras.

Publicado por

Osvaldo Santana

Desenvolvedor Python e Django, Empreendedor, dono de uma motocicleta esportiva, hobbysta de eletrônica, fã de automobilismo e corinthiano